Área De Trabalho Corrida Horário › Jogos Grátis Online

Área De Trabalho Corrida Horário


Área De Trabalho Corrida HorárioDescrição Do Jogo

Área De Trabalho Corrida Horário, Área De Trabalho Corrida Horário gratis, jogos de corrida e Área De Trabalho Corrida Horário, Área De Trabalho Corrida Horário Jogo

enquanto nós aqui temos um filho pequeno pra criar? Mas eu não saio dessa casa nem amarrada. Você vai sair é morta. Quer que eu cuide dela, Excelência? Gente, acho melhor cantar outra música, porque a chapa tá ficando quente. Ai não, não. Calem a boca, suas gralhas. Ai, eu tô passando mal. Me tira daqui? Me leva pra casa? Eu quero ir embora. Paola, você acha que eu vou abandonar a minha falecida mãe aqui só porque você quer ir pra casa? Você não vai largar a sua herança, porque você não é bobo nem nada. Isso não é mais uma partilha. Isso é uma sessão de esquartejamento. Vamos acabar com essa violência? Homem burro. Eu já disse que dessa casa eu só saio amarrada. Então vamos amarrar ela logo? Ai, abri. Olha a violência, gente. Fomos nós que aturamos a dona Dina por mais tempo. Nós é que devíamos ficar com a casa. Devíamos tê-la colocado num asilo. Quem sabe assim, seria tudo mais fácil. Ah, não seria não. Ela teria fugido, e ai sim, ficaríamos loucos de vez. Eu vou fazer um projeto de lei, sabe? Pra ensinar essa garota desde a escola a lidar com o peso da velhice. Assim eles não ficam que nem a gente, um bando de marmanjo que não sabe onde enfiar a mãe. É a Dina. Aleluia, aleluia, aleluia Radio É a Dina, é a Dina. Mamãe? Esse é o peso da velhice. Ou me enganei de casa, ou me enganei de filhos. Eu não reconheço vocês. Nem ouvi o que ouvi. Armando, Armando. Que raça colocamos no mundo, Armando. Inimigos. Vocês querem saber o que é que eu penso de vocês? Você, Marcelo, o que foi que você fez de útil em toda a sua vida? Teve um filho que não sustenta, por quanto tempo ainda, hã? Mamãe, fique calma. Até agora, velávamos o seu corpo. Pra nós a senhora era um fantasma, O que falamos foi no calor da sua perda, foi isso mamãe. Pois o fantasma vai contar pra vocês tudo que ele viu lá do além. Você, Cesar, Ele viu você beijando a Paola, a mulher do seu irmão, por uma janela. Beijando e abraçando, numa cena digna de um filme ô. Por quanto tempo ainda você vai continuar enganando o seu irmão? Corno! É verdade isso, Paola?


Comentários