Bicycle Drag Aventura › Jogos Grátis Online

Bicycle Drag Aventura


Bicycle Drag AventuraDescrição Do Jogo

Bicycle Drag Aventura, Bicycle Drag Aventura gratis, jogos de corrida e Bicycle Drag Aventura, Bicycle Drag Aventura Jogo

PERDÃO O que querem agora? Não levou a sério, não é? Não te odiamos. Ao contrário, te adoramos. Você trouxe luz para o colégio. Soube desde o início. Não viu como sorri para você? Na verdade, antes de mim vocês eram entediantes. Provincianos, apagados, pareciam mortos vivos. Vocês sabiam, não é? Sim. Por favor, não fique bravo. A verdade é que você é fabuloso demais para nós. Sim, sou fabuloso. Então você percebeu? É uma honra, professora. Como consegue ser assim? Não sei, é natural. O que os esportistas fazem aqui? Por que Antonio não veio? Ele não pôde vir. Disse que quer conversar com você a sós. Você gosta do Antonio? Seja sincero, gosta? Vai, diga a verdade! Chega. Não posso passar a noite falando com vocês. Nos vemos no colégio. Vou deixá-los de lado um tempo, não se zanguem. Tenho que manter meus valores. Vou me retirar. Não, espere! BLU, VADIA Que babacas. Todos fazem parte. Veja o que a Claudia escreveu. Está vendo? É isso que eu chamo de economia de palavras: numa única publicação a vadia me insulta e ao mesmo tempo convida todos para sua festa de aniversário. Você vai? Está louco? Nem morta. E não fui convidada. Fácil demais. E se tivesse te convidado? E se enlouquecesse e te pedisse de joelhos? Não. Por que eles te odeiam? Por causa do Giò? Não só por isso. Ano passado fiquei com os quatro caras mais gatos do colégio, eles estavam no último ano. Fiquei ao mesmo tempo, na casa do Giò. Não é verdade. Claro que é. Os idiotas contaram tudo e agora todos me odeiam. Sabia que mês passado Giacomo me ofereceu euros por uma punheta? E você? Mandei pedir para a mãe dele, que ela faria serviço completo. Aqui me chamaram de “bichona”. Como faz para aguentar? Não dou bola. No mais, em dois anos irei embora. E você? Assim. Viu só? Todos se suicidaram. Pularam da janela, se enforcaram, cortaram os pulsos, tomaram veneno, atiraram na própria cabeça. Eu não acabarei como eles. Tenho um monte de bons motivos para viver. Como quais? Como a vida. E como Antonio. Você gosta dele, eu notei. Não… sim. Mas ele é estranho. Notou que ele nunca diz nada? Todos dizem que ele é meio imbecil. Por quê? Sei lá. Todos o chamam de “retardado”. Já notou que quando todos dizem ou fazem algo, na maioria das vezes não é verdade? O que tem ali dentro? Discos e roupas velhas dos meus pais. Quer dizer roupa vintage que espera pela liberdade? Não, quero dizer roupa velha. Não se anime muito. É o que veremos. Vamos abrir. Veja isto! Colocam música para que a gente não possa ouvir o que fazem. Sabia que estavam transando. Cale a boca. Vá embora. PREPARADA! PREPARADO! VAMOS! Não, eu não danço. “Também é um perdedor que não foi convidado para a festa da Claudia? Parabéns! Apareça ta, às h na rua Paolo Sarpi, nº . Traje obrigatório: muito elegante!” Pareço um idiota? Sim, pareço um idiota. O que está fazendo? Que roupa é essa? O que tem na cabeça? Estou elegante, como dizia o convite. Venha para dentro ou pegarei uma gripe. Vamos! O que está havendo? Não fique aí parado. Sente-se. De onde tiraram essas roupas? São velharias dos meus pais. O Dr. Matoni usava isso quando era jovem?


Comentários